8. O retrato falso de Maria Firmina dos Reis

SÉRIE DE POSTS SOBRE MARIA FIRMINA

O ano da primeira divulgação do romance “Úrsula”, de Maria Firmina dos  Reis

“Úrsula”, o romance de Maria Firmina dos Reis

A história do romance “Úrsula”

A primeira publicação online da novela “Gupeva”

“A Escrava”, o conto de Maria Firmina dos Reis

“Cantos à Beira-Mar”, o livro de poemas de Maria Firmina dos Reis

A produção artística avulsa de Maria Firmina dos Reis

O “Álbum” (o diário) de Maria Firmina dos Reis

A educadora Maria Firmina dos Reis

O espírito feminista e revolucionário das primeiras escritoras brasileiras de ficção

O erro histórico do Google sobre Maria Firmina e as datas de nascimento e morte de três pioneiros da ficção brasileira

RESUMO

Tema: o retrato da escritora gaúcha Maria Benedita Câmara Bormann (1853-1895), usado em dezenas de páginas da Web para ilustrar posts e matérias sobre a escritora maranhense Maria Firmina dos Reis (1822-1917).

Origem do retrato: a ilustração do capítulo relativo à escritora Maria Benedita Câmara Bormann (mais conhecida pelo pseudônimo “Délia”), no livro “Mulheres Ilustres do Brasil” (1899), da escritora Inês Sabino.

O retrato a bico de pena, sem referência a seu autor, consta da página 193 do livro.

Diferenças marcantes entre as duas autoras:

1. Délia era branca; Maria Firmina era negra.

2. Délia nasceu em família rica e casou-se com um engenheiro que viria a ser Ministro da Guerra; Maria Firmina nasceu e viveu no limite da pobreza, ganhando a vida como professora primária.

3. Délia teve presença marcante na mídia de um grande centro (o Rio de Janeiro), ocupando o lugar de folhetinista oficial de um de seus principais jornais (“O País”); Maria Firmina colaborou esporadicamente para alguns periódicos do Maranhão.

4. Délia centrou sua ficção nas questões afetivas e eróticas femininas; Maria Firmina teve como principal foco de sua ficção a opressão em suas variadas formas: do homem sobre a mulher, do rico sobre o pobre, do branco sobre o negro e do colonizador sobre o indígena.

5. A obra de Délia se encontra “esquecida” do público e da academia, por falta de reedições; a de Maria Firmina está disponível pela primeira vez ao público em geral, graças à reedição de seus dois livros, e continua gerando trabalhos acadêmicos, que já se contam às dezenas.

Importância do fato: o mais flagrante equívoco na representação da aparência física de um autor, na história da literatura brasileira.

Dica

Caso queira ler o post em arquivo do Word (100 páginas, 94 imagens, 22 MB), no seu computador, clique neste link para baixá-lo.

________________________

Apoio

Caso queira contribuir para a continuidade das pesquisas e do trabalho, você pode comprar um dos meus livros na Amazon ou fazer uma doação, usando o e-mail sergiobximenes@gmail.com no site Paypal: https://www.paypal.com/br/home

__________________________________________

LINKS INTERNOS

Apresentação

A origem do retrato cuja figura é atribuída a Maria Firmina dos Reis

Diferenças marcantes entre as duas autoras

A representação mais fiel da autora maranhense, até o momento

A importância de informar corretamente os internautas e os apreciadores da escritora

Páginas da Web que associam o nome de Maria Firmina dos Reis ao retrato da também escritora Maria Benedita Câmara Bormann

____________________

O TEXTO COMPLETO

O RETRATO FALSO DE MARIA FIRMINA DOS REIS

Apresentação

Esta série de posts sobre Maria Firmina dos Reis, iniciada hoje, visa suprir uma lacuna no conhecimento da vida e da obra dessa autora maranhense.

Recentemente (em 11/11/2017), o centenário do falecimento de Maria Firmina passou quase despercebido do chamado “grande público”, devido ao proverbial descaso da mídia com a cultura do nosso país. A única homenagem significativa foi prestada pela Feira do Livro de São Luís (a Felis, 10/11 a 19/11/2017), que teve como tema “Maria Firmina dos Reis e a literatura feminina”.

image002

Mesmo esta iniciativa, entretanto, não sensibilizou a mídia de outros estados, que pouco ou nada divulgaram do evento.

Somente cinco livros sobre Maria Firmina foram lançados este ano, todos em comemoração ao centenário de falecimento. Três deles, na Feira do Livro de São Luís:

“Maria Firmina em Cordel”, de Raimunda Pinheiro de Souza Frazão;

“Cantos à Beira Mar / Gupeva”, de Dilercy Adler e Osvaldo Gomes;

“Maria Firmina dos Reis: uma missão de amor”, de Dilercy Adler.

Na mesma Feira, Eduardo Assis Duarte divulgou “Úrsula – 6º edição”, livro lançado alguns dias antes.

image003

E o primeiro volume de “Memorial de Maria Firmina dos Reis – Prosa Completa & Poesia”, da Editoria Uirapuru, tornou-se disponível em pré-venda este mês.

image004

https://www.lojaeditorauirapuru.com.br/livros/literatura-adulta1/memorial-de-maria-firmina-dos-reis/

Pela primeira vez, os brasileiros têm acesso à maior parte da obra e do conjunto de informações de Maria Firmina ― ainda assim, não a toda a obra e a todo o conjunto, como provaremos aqui. O mais importante: os dois únicos livros lançados pela autora (“Úrsula” e “Cantos à Beira-Mar”) estão acessíveis, com facilidade, aos leitores, simultaneamente e pela primeira vez desde o lançamento de “Cantos à Beira-Mar” em 1871 (ano em que a primeira edição de “Úrsula” já não se encontrava à venda).

Ambos os livros foram relançados em 1974 (“Úrsula”) e 1975 (“Cantos à Beira-Mar”), por iniciativa do escritor e pesquisador José Nascimento Morais Filho, mas se esgotaram rapidamente. “Úrsula” teve quatro reedições, de 1975 a 2009, mas só um exemplar do romance era encontrado em meados de 2017 no site Estante Virtual, por R$230,00.

image005

Ou seja, éramos o único país em que a sua primeira romancista não tinha os livros disponíveis à venda ― e são apenas dois livros. Não houvesse a passagem do centenário de falecimento de Maria Firmina dos Reis, a virtual proibição do acesso às suas obras permaneceria por muitos anos.

E aqui entra outra consideração importante, esta, politicamente incorreta. “O livro impresso preserva a cultura” é um meme intelectual (no sentido antigo). Preserva, sim, mas somente em certas condições.

De outro modo, todos estaríamos falando, por exemplo, de “O Chamisco” e “Entra, Sinhór”, de Lima Barreto, obras impressas que parecem ter sumido para sempre, assim como teríamos acesso a dezenas de histórias de autores brasileiros de ficção no século XIX, todas indisponíveis.

Quantos livros de referência fundamentais editados pela Editora Mulheres, de lançamento recente, não são encontrados sequer na Estante Virtual, o principal sebo online brasileiro?

Quando a obra literária não encontra muita demanda, é própria de um nicho limitado do mercado e não passa da primeira edição, seu destino quase certo é uma sobrevida de cinco ou dez anos no mercado. Depois disso, entra no buraco negro das obras não reeditadas para, muitas vezes, jamais sair dele.

O livro impresso foi o principal divulgador da cultura e dos conhecimentos na história da humanidade, mas não é tão “perfeito” quanto gostaríamos que fosse. Há conteúdos que têm como meio ideal a internet ou a forma literária eletrônica. E, já que estamos tratando de verdades politicamente incorretas, nesse sentido a pirataria cumpre função cultural importante, não deixando que conteúdos relevantes se tornem inacessíveis aos leitores e aos estudiosos.

Os universitários de Letras sabem do que estou falando.

Daí a decisão de priorizar a internet, em relação ao livro (digital), na divulgação desses textos, dessas imagens e dessas informações sobre Maria Firmina dos Reis. Sabemos que atualmente o Google é a primeira fonte de consulta da maioria dos internautas, afirmação válida para interessados, leitores potenciais e estudiosos. Que eles possam encontrar, portanto, o conteúdo desejado sobre a nossa primeira romancista, com facilidade e sem custos, e que esse material esteja sempre disponível a todos, é o sentido dessa iniciativa.

________________________

A origem do retrato cuja figura é atribuída a Maria Firmina dos Reis

Não se conhece na literatura brasileira outro caso tão flagrante de equívoco na representação da aparência física de um autor, como o que envolve a escritora maranhense Maria Firmina dos Reis e a escritora gaúcha Maria Benedita Câmara Bormann.

Em 1899, Inês Sabino lançou o livro biográfico Mulheres Ilustres do Brasil (1899). Na página 193 da obra, um retrato de Maria Benedita Câmara Bormann trazia, logo abaixo, o nome “Délia”, pseudônimo pelo qual se tornou conhecida durante toda a carreira.

image006

https://books.google.com.br/books?id=fHJmAAAAMAAJ&hl=pt-PT&pg=PA193#v=onepage&q&f=false

image007

http://www.elfikurten.com.br/2015/06/ignez-sabino-pinho-maia.html

Esse retrato, em que uma jovem Délia, com feições suaves, usando um colar e um camafeu, olha para o seu lado direito, está atualmente associado à escritora Maria Firmina dos Reis em dezenas de páginas da Web, em livros e até mesmo em cartazes de encontros acadêmicos, como se pode ver no exemplo abaixo, datado de novembro de 2017.

image008

http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2017/11/07/literatura-afro-brasileira-pela-obra-de-firmina-dos-reis-e-tema-de-evento/

Não se sabe quem cometeu esse erro pela primeira vez e quando ele começou a se disseminar na Web e nas redes sociais. O importante, mais do que apontar o dedo para o estimulador inicial do erro, é corrigi-lo.

________________________

Diferenças marcantes entre as duas autoras

. Maria Benedita Câmara Bormann, a Délia, era branca.

Maria Firmina era filha de negros, sendo descrita como “parda” por quem conviveu com a escritora. Atualmente, portanto, seria considerada negra.

. Délia nasceu em família rica. Casou-se com um engenheiro que viria a ser Ministro da Guerra e teve uma vida tranquila do ponto de vista financeiro.

Maria Firmina nasceu e viveu no limite da pobreza. Foi professora primária contratada pelo estado do Maranhão e não consta que tenha ganhado qualquer valor significativo em sua atividade como escritora.

. Délia conseguiu destacar-se com sua literatura, a ponto de ter presença marcante na mídia de um grande centro (o Rio de Janeiro), ocupando o lugar de folhetinista oficial de um de seus principais jornais (“O País”).

Maria Firmina só conseguiu alguma repercussão na mídia do Maranhão ao tempo do lançamento de “Úrsula” (1860), vindo depois a colaborar esporadicamente para alguns periódicos daquele estado.

. Délia centrou sua ficção nas questões afetivas e eróticas femininas. Tornou-se famosa pelo romance “Lésbia”, que abordava questões polêmicas para a época.

Maria Firmina teve como principal foco de sua ficção a opressão em suas variadas formas: do homem sobre a mulher, do rico sobre o pobre, do branco sobre o negro e do colonizador sobre o indígena.

. Atualmente, a obra de Délia recebe pouca atenção do público, devido à falta de reedições, e da academia.

A obra de Maria Firmina dos Reis já conta com dezenas de estudos acadêmicos, e o relançamento recente de seus dois livros possibilitou, pela primeira vez, o pleno acesso do público a essas obras.

________________________

A representação mais fiel da autora maranhense, até o momento

Não há nenhuma fotografia, nenhuma pintura e nenhum desenho do rosto ou do corpo de Maria Firmina dos Reis, originário de sua época.

A única descrição da autora maranhense se encontra na página 238 (aproximadamente) do livro Maria Firmina – Fragmentos de uma vida (São Luís, 1975), de autoria do escritor e pesquisador maranhense José Nascimento Morais Filho. Eis a descrição, baseada em relatos de contemporâneos e referente ao aspecto físico de Maria Firmina quando ela estava com cerca de  85 anos de idade:

“Rosto arredondado, cabelo crespo, grisalho, fino, curto, amarrado na altura da nuca; olhos castanho-escuros; nariz curto e grosso; lábios finos; mãos e pés pequenos; meã (1,58, pouco mais ou menos); morena.”

image009

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10155365582232380&type=3

. Com base nessas informações, o escultor Flory Gama esculpiu um busto de bronze da autora, em 1975, o qual se encontra exposto, atualmente, no Museu Histórico e Artístico do Maranhão.

image010

http://alias.estadao.com.br/noticias/geral,no-centenario-de-morte-primeira-autora-negra-do-brasil-ganha-reedicao,70001909178

Mesmo essa representação de Maria Firmina, certamente mais aproximada ao original, não conta com boa aceitação entre os estudiosos da obra da autora, porque os traços faciais se assemelham ao de uma pessoa branca e os cabelos são lisos.

Em 9 de março de 2014, Leopoldo Gil Dulcio Vaz, membro da Academia Ludovicense de Letras (ALL, São Luís, MA) e do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão, publicou um post em seu blog no site do periódico O Estado do Maranhão, alertando para a confusão de imagens. A coluna de Leopoldo foi descontinuada em 2017 e a página já não se encontra disponível na Web, mas o conteúdo é o mesmo desta página:

Link original: http://www.blogsoestado.com/leopoldovaz/2014/03/09/nao-e-de-maria-firmina-o-retrato/

Link válido: https://www.revistapoeticabrasileira.com.br/maria-firmina

No dia 14 de março do mesmo ano, Nonato Brito, do blog Vimarense (“vimarense” significa “natural da cidade maranhense de Guimarães”), também publicou um post sobre esse equívoco, motivado pelo desenho a bico de pena que representava Maria Firmina na exposição “Mulher em Destaque”, realizada em São Luís.

http://vimarense.zip.net/arch2014-03-01_2014-03-31.html#2014_03-14_20_41_07-8718514-0

O alerta de Leopoldo Vaz serviu de base a outro post, este da escritora Jarid Arraes, em 12 de maio de 2017.

http://jaridarraes.com/2017/05/12/o-verdadeiro-rosto-de-maria-firmina-dos-reis/

Uma representação possivelmente mais fiel é esta, presente no artigo supracitado de Leopoldo Vaz.

image012

Esse curioso caso de confusão de imagem resultou em um trabalho universitário: “A dissonante representação pictórica de escritoras negras no Brasil: o caso de Maria Firmina dos Reis (1825-1917)”, do sociólogo Rafael Balseiro Zin (2016):

https://www.sescsp.org.br/files/artigo/5da7c907-491e-4935-91de-8b223e3ef1e5.pdf

________________________

A importância de informar corretamente os internautas e os apreciadores da escritora

Caso você tenha confundido seus usuários, inadvertidamente, fazendo a imagem de Délia passar pela de Maria Firmina dos Reis, considere a conveniência de substituir o retrato falso da autora maranhense (talvez pela imagem acima), como uma forma de bem informar sobre a escritora que serviu de tema ao seu post.

________________________

Páginas da Web que associam o nome de Maria Firmina dos Reis ao retrato da também escritora Maria Benedita Câmara Bormann

A seguir, imagens de 100 páginas da Web que veiculam essa informação errônea, com exemplos que vão de alguns anos atrás até o segundo semestre de 2019.

1

Resultado da pesquisa “Maria Firmina dos Reis” no Google.

image013

image015

* * *

2

Pesquisa no Google Images.

Resultado da busca por “Maria Firmina dos Reis”

image016

* * *

3

Pensamento Social Brasileiro e Adm

image019

https://admbrasileira.wordpress.com/2016/06/07/maria-firmina-dos-reis-vida-e-obra/

* * *

4

Mulheres Incríveis

image021

http://mulheres-incriveis.blogspot.com.br/2012/07/maria-firmina-dos-reis-uma-maranhense.html

* * *

5

Literatura.UOL

image022

http://literatura.uol.com.br/nossa-primeira-escritora/

* * *

6

O Imparcial (MA)

image023

https://oimparcial.com.br/noticias/cultura/2016/10/evento-homenageia-escritora-maria-firmina-dos-reis/

* * *

7

Homo Literatus

image025

http://homoliteratus.com/conheca-primeira-romancista-brasileira/

* * *

8

Grupo Violes

image027

http://grupovioles.blogspot.com.br/2017/05/mulheres-que-fizeram-historia-maria.html

* * *

9

Vereda Literária

image029

http://www.veredaliteraria.com/2015/11/maria-firmina-dos-reis-5-poemas.html

 * * *

10

Mensagens com amor

image031

https://www.mensagenscomamor.com/mensagem/297097

 * * *

11

Contemporânea Brasil

image033

http://contemporaneabrasil.com.br/primeira-romancista-brasileira-maria-firmina-dos-reis/

 * * *

12

Tribuna da Região (PR)

image035

http://tribunadaregiao.com.br/colunas/maria-firmina-dos-reis-e-o-pioneirismo-do-romance-de-autoria-feminina-e-do-antiescravismo-na-literatura-brasileira

* * *

13

Leitor Cabuloso

image037

http://leitorcabuloso.com.br/2013/12/maria-maria-e-um-dom-uma-certa-magia-uma-forca-que-nos-alerta/

* * *

14

Rede sem Fronteiras

image039

http://www.redesemfronteiras.com.br/noticia_ver.php?id=255

* * *

15

Aun USP

image040

http://200.144.182.150/aun/exibir?id=7461

* * *

16

Primeiros negros

image041

http://primeirosnegros.blogspot.com.br/2015/06/maria-firmina-dos-reis-pioneira-na.html

* * *

17

Negros Geniais

image043

http://negrosgeniais.blogspot.com.br/2014/04/maria-firmina-dos-reis-poetisa.html

* * *

18

Textos Encantadores

image045

http://textosencantadores.blogspot.com.br/2010/05/seu-nome-maria-firmina-dos-reis.html

* * *

19

Revista Raça

image047

https://revistaraca.com.br/escritoras-negras-do-brasil/

* * *

20

Cinderela Descaída

image049

http://cindereladescaida.blogspot.com.br/2016/03/a-literatura-feminina-libertadora-e.html

* * *

21

Faroeste Literário

image051

http://www.faroesteliterario.com.br/2016/08/biografias-reais-historia-de-maria.html

* * *

22

Nem um Pouco Épico

image053

http://www.nemumpoucoepico.com/2016/04/primeiras-mulheres-da-literatura/

* * *

23

M de Mulher

image055

http://mdemulher.abril.com.br/cultura/escritoras-negras-brasileiras-que-voce-vai-adorar-conhecer/#

* * *

24

Black Women of Brazil

image057

https://blackwomenofbrazil.co/2015/08/01/25208/

* * *

25

IMirante

image058

http://imirante.com/namira/maranhao/noticias/2014/03/08/exposicao-mulher-em-destaque-homenageia-13-maranhenses.shtml

* * *

26

Aprendendo Língua Portuguesa

image060

http://www.aprendendolinguaportuguesa.com.br/OUTROSAUTORES1.htm

* * *

27

Aurora Mulheres

image062

http://www.aurorasmulheres.com.br/single-post/2016/03/23/MARIA-FIRMINA

* * *

28

O Explorador

image064

http://www.oexplorador.com.br/considerada-a-primeira-romancista-brasileira/

* * *

29

Luli Coutinho

image066

http://www.lulicoutinho.com/atividades_culturais_2011/mulheres_e_homens_em_foco/mulheres_em_foco/maria_firmina/maria_firmina_dos_reis.htm

* * *

30

Brasileiros

image068

http://brasileiros.com.br/2017/03/uma-segunda-libertacao/

* * *

31

Alchetron

image069

https://alchetron.com/Maria-Firmina-dos-Reis-1151007-W

* * *

32

Mujeres que Hacen la Historia

image071

http://mujeresquehacenlahistoria.blogspot.com.br/2015/05/siglo-xix-maria-firmina-dos-reis.html

* * *

33

G1 Globo (MA)

image073

image074

http://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2014/03/exposicao-homenageia-mulheres-ilustres-da-historia-maranhense.html

* * *

34

Márcia Peltier

image076

http://www.marciapeltier.com.br/fantasticas-mulheres-negras-que-a-historia-nao-destaca/

* * *

35

Escritora(e)s e Ilustradora(e)s (Pinterest)

image078

https://br.pinterest.com/maraevaristo7/escritoraes-e-ilustradoraes/

* * *

36

Beleza Black Power

image080

https://belezablackpower.com.br/2016/11/15/leia-autores-negros-consciencia-negra-maria-firmina-dos-reis/

* * *

37

Complexíssima

image082

https://sarinhaf.wordpress.com/2009/05/19/maria-firmina-dos-reis-a-maranhense/

* * *

38

Oceano das Letras

image084

https://nuhtaradahab.wordpress.com/2012/02/01/maria-firmina-dos-reis-1825-1917/

* * *

39

Fundação Cultural Palmares

image086

 http://www.palmares.gov.br/?p=34293

* * *

40

Primeiros Negros

image088

http://primeirosnegros.blogspot.com.br/2009/10/maria-firmina-autora-do-primeiro.html

* * *

41

Jetss

image090

http://sitesbr.jetss.com/literatura/2017/06/maria-firmina-dos-reis-a-precursora/

* * *

42

Phipp 3

image092

http://phipp3.blogspot.com.br/2011/06/maria-firmina-dos-reis.html

* * *

43

Mozaico Negro

image094

https://mozaiconegro.wordpress.com/2013/08/03/maria-firmina-dos-reis/

 * * *

44

Projeto Afrobetização

image096

http://projetoafrobetizacao.blogspot.com.br/2015/10/literatura-negra-maria-firmina-dos-reis.html

* * *

45

O Estado do Maranhão

(Acesso bloqueado por paywall)

image098

http://imirante.com/oestadoma/noticias/2015/10/11/evento-para-exaltar-uma-guerreira.shtml

* * *

46

Grafias Negras

image100

http://grafiasnegras.blogspot.com.br/2015/04/personalidade-negra-maria-firmina-dos.html

* * *

47

Cemnsa

image102

http://cemnsa.blogspot.com.br/2009/11/semana-literaria-maria-firmina-dos-reis.html

* * *

48

Blogueiras Feministas

image104

http://blogueirasfeministas.com/2012/11/vozes-mulheres-de-escritoras-e-intelectuais-negras/

* * *

49

Capixabas na Rota

image105.png

https://elegbaraguine.wordpress.com/herois-africanos-e-afro-brasileiros/

* * *

50

Livro “Romantismo Brasileiro: Amor e Morte”

image107

image108

https://www.saraiva.com.br/romantismo-brasileiro-amor-e-morte-194332.html

* * *

51

Coletivo Firminas

image110

https://coletivafirminas.wordpress.com/tag/maria-firmina-dos-reis/

* * *

52

Matéria da Rede TVT em 2015

image112

https://www.youtube.com/watch?v=a0t0zc_wb5c

* * *

53

Ecos das Lutas

image113

https://ecosdaslutas.blogspot.com.br/2012/03/com-bertoldo-brech-as-mulheres-que.html?m=1

* * *

54

Persona Mulher

image115

http://www.personamulher.com/2017/08/01/firmina-dos-reis/

* * *

55

Maria Firmina dos Reis

Apresentação no site Prezi

image117

https://prezi.com/vg7s1iu2irh4/maria-firmina-do-reis/

* * *

56

Apresentação no site Prezi

image119

https://prezi.com/kpcwjwaqm4sb/universidade-da-integracao-internacional-da-lusofonia-afro-b/

* * *

57

Página do Facebook Por Que Se Eu Não Escrevesse Por Certo Morreria

image120

https://pt-pt.facebook.com/PorQueSeEuNaoEscrevessePorCertoMorreria/

* * *

58

Maranhão Maravilha

image122

http://maranhaomaravilha.blogspot.com.br/2016/10/maria-firmina-dos-reis-maranhense.html

* * *

59

Ilha Virtual Ponto Com

Edição de janeiro de 2012

image123

http://static.recantodasletras.com.br/arquivos/3520652.pdf

* * *

60

A Jurubeba Cultural

image125

https://estenioelbainy.blogspot.com.br/search?q=maria+firmina

* * *

61

Apropriarte

image127

https://apropriarte.com.br/2017/08/18/ix-sarau-da-poesia-preta-de-la-e-de-ca/

* * *

62

Metrópoles

image128

https://www.metropoles.com/colunas-blogs/tipo-assim/o-centenario-silenciado-de-firmina-reis-primeira-romancista-do-brasil

* * *

63

PublishNews

image129

http://www.publishnews.com.br/materias/2017/11/08/sesc-homenageia-maria-firmina-dos-reis

* * *

64

Leituras Pretas

leiturapretas

http://leituraspretas.blogspot.com.br/2014/07/maria-firmina-dos-reis-guerreira.html

* * *

65

Universidade Federal de Pelotas

image008

http://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2017/11/07/literatura-afro-brasileira-pela-obra-de-firmina-dos-reis-e-tema-de-evento/

https://pt-br.facebook.com/ufpel/photos/a.186058864773936.42296.100814163298407/1586083971438078/?type=3

* * *

66

Blog do Bóis

image131

http://hbois.blogspot.com.br/2017_11_04_archive.html

* * *

67

Repórter Brasil

image132

https://www.facebook.com/reporterbrasilnarede/photos/a.188132081314803.42585.165031220291556/1436840333110632/?type=3

* * *

68

Valkirias

image134

http://valkirias.com.br/escritoras-negras/

* * *

69

Polêmica Paraíba

image135

http://www.polemicaparaiba.com.br/entretenimento/coisa-de-preto-virara-livro-veja-autores-negros-que-servem-de-inspiracao/

* * *

70

Bibliotecas do Maranhão

image137

http://bibliotecasma.org/

* * *

71

Estante Virtual

image138

http://blog.estantevirtual.com.br/2017/11/21/maria-firmina-dos-reis-a-primeira-escritora-negra-brasileira/

https://pt-br.facebook.com/estantevirtual/posts/10154872326516691

* * *

72

Editora Fino Traço

image140

http://blogfinotracoeditora.com.br/?p=615

* * *

73

Blog do Adilson Carlos

image142

http://blogdoadilsoncarlos.blogspot.com.br/2017/11/maria-firmina-deve-estar-morta-de.html

* * *

74

Blog Expressão Mulher

expressao

http://expressaomulher-em.blogspot.com.br/2014/05/dia-internacional-da-mulher-2014.html

* * *

75

Tamires de Carvalho

tamires

http://www.tamiresdecarvalho.com/letras-ursula-de-maria-firmina-dos-reis/

* * *

76

Estante da Mi

Estante da Mi

http://www.estantedami.com/2018/01/mulheres-na-literatura-nova.html

* * *

77

Edith’s Portrait

RETRATO

http://edith-lagraziana.blogspot.com.br/2014/11/maria-firmina-dos-reis.html

* * *

78

Site da Unimed

image001

http://www1.unimed.com.br/nacional/grandesmulheres/grandes.html

* * *

79

Site Alma Preta

image001

https://almapreta.com/editorias/realidade/maria-firmino-dos-reis-primeira-romancista-brasileira-e-homenageada-na-flup-de-2018

* * *

80

Canal do YouTube Vozes Femininas CSB

image002

https://www.youtube.com/watch?v=3Dmmc6OmpKY

* * *

81

image004

https://conhecimentoliteratura.com.br/nossa-primeira-escritora/

* * *

82

Matéria do site G1

image005

http://g1.globo.com/ma/maranhao/jmtv-2edicao/videos/v/pesquisadora-realiza-biografia-sobre-a-escritora-maria-firmina-dos-reis/6211239/

* * *

83

Olhar feminista

image001

http://olharfeminista.blogspot.com/p/mulher-na-educacao.html

* * *

84

Observatório do Terceiro Setor

image002

https://observatorio3setor.org.br/noticias/a-primeira-romancista-brasileira-era-abolicionista-e-lecionava-para-pobres/

* * *

85

Revista África e Africanidades

image003

https://www.medioq.com/BR/Rio-de-Janeiro/128307387242002/Revista-%C3%81frica-e-Africanidades

* * *

86

EEB Dr. Hermann Blumenau

image004

https://nl-nl.facebook.com/eebhb/posts/2454749968087298

* * *

87

Zinerebelgirls

image005

https://www.instagram.com/p/B0jjKU6nfSu/

* * *

88

Dicas de Redação Enem

image007

https://www.instagram.com/p/BzMggeGHTEA/

* * *

89

Bruna Kalil Othero (Twitter)

image009

https://twitter.com/brunalacuna/status/1127946875347324929

* * *

90

Bismilah (Twitter)

image010

https://twitter.com/kamithere/status/1064983019675627520

* * *

91

Ceará Criolo

image011

http://cearacriolo.com.br/novo/2018/10/a-mulher-que-poucas-ouviram-falar/

* * *

92

Delirium Nerd

image013

https://deliriumnerd.com/2019/07/22/ursula-maria-firmina-dos-reis-resenha/

* * *

93

Resistência Afroliterária (Twitter)

image014

https://twitter.com/afroliteraria/status/1129027243966115845

* * *

94

AutiBooks (Twitter)

image015

https://twitter.com/AutiBooks/status/1154491429739102208

* * *

95

Maurício Santoro (Twitter)

image016

https://twitter.com/msantoro1978/status/1127907984586231808

* * *

96

Livres (Twitter)

image017

https://twitter.com/EuSouLivres/status/1128056055139917825

* * *

97

Direitos Humanos Maranhão (Twitter)

image018

https://twitter.com/DHMaranhao/status/1105197500003176454

* * *

98

Leia Mulheres

image019

https://www.41a.net/tag/leiamulheressjc

* * *

99

image020

https://br.pinterest.com/pin/296745062946836323/https://br.pinterest.com/pin/296745062946836323/

* * *

100

Primeiras imagens do Bing (buscador da Microsoft)

Resultado da busca por “Maria Firmina dos Reis”

image144

Esse post foi publicado em História da Literatura brasileira e marcado , , , . Guardar link permanente.